iklan

ÚLTIMAS NOTÍCIAS, INTERNACIONAL, ECONOMIA, DÍLI, NOTÍCIAS DE ÚLTIMA HORA, NOTÍCIAS DE HOJE, SEGURANÇA

Autoridades timorenses detêm sete comerciantes por especulação no preço de máscaras

Autoridades timorenses detêm sete comerciantes por especulação no preço de máscaras

DÍLI, 22 de março de 2020 (TATOLI) – As autoridades timorenses detiveram hoje sete comerciantes por terem alegadamente cometido o crime de especulação de preços nas máscaras.

A detenção dos sete indivíduos esteve a cargo da equipa conjunta da Autoridade da Inspeção e Fiscalização das Atividades Económicas e Segurança Alimentar (AIFAESA) e Polícia Nacional Científica de Investigação Criminal (PNCIC).

O Diretor da AIFAESA, Gabriel da Costa, referiu que a detenção dos sete indivíduos se deveu ao facto de terem vendido máscaras a dois dólares e cinquenta centavos por unidade, um valor bem superior aos 50 centavos a que são normalmente vendidas.

Segundo Gabriel da Costa, a detenção dos sete comerciantes de nacionalidade chinesa ocorreu em diversas pequenas superfícies comerciais de Díli.

“A PNTL deteve estes comerciantes em diferentes locais da cidade de Díli – quatro lojas no Bairro Pité, duas em Audian e outra no Mercado Lama. Os agentes contactaram de imediato a AIFAESA e a PCIC, que chegaram prontamente aos locais para efetuarem todas as diligências e apurarem se houve prática do crime de especulação de preços. Os sete detidos estão, por isso, agora sob investigação e o caso será apresentado ao Ministério Público”, disse o diretor, no Mercado Lama.

Já António M. Freitas, estudante da Universidade de Díli, revelou ter contactado a AIFAESA ao constatar que uma loja chinesa estava a vender máscaras a dois dólares e meio a unidade, valor que considerou excessivo.

“Pretendia comprar uma máscara para a usar durante a minha viagem com destino às montanhas. Quando me apercebi que o preço era demasiado alto, decidi então contactar a AIFAESA. Entretanto, avisei os meus colegas que já tinham comprado máscaras para que aguardassem a chegada das autoridades para então ser resolvida a questão”, afirmou.

Os detidos encontram-se atualmente nas instalações do Comando-Geral da Polícia Nacional de Timor-Leste (PNTL), em Caicoli, Díli, para serem apresentados a primeiro interrogatório.

Jornalista : Maria Auxiliadora
Editor : Zezito Silva

iklan
iklan

Leave a Reply

iklan
error: Content is protected !!