Mais de 30 jovens timorenses sentem-se abandonados na Alemanha e na Malásia