iklan

NOTÍCIAS DE HOJE, SAÚDE

Contratos de trabalho de mais de dois mil profissionais de saúde cessaram

Contratos de trabalho de mais de dois mil  profissionais de saúde cessaram

Diretor-Geral dos Serviços Cooperativos, Marcelo Amaral. Fotografia Tatoli/Francisco Sony.

DÍLI, 08 de janeiro de 2024 (TATOLI) – Os contratos de trabalho de 2.256 profissionais de saúde terminaram no passado dia 31 de dezembro. Estes tinham sido contratados a termo certo em 2020 e em 2021, para fazer face à escassez de recursos humanos em resultado da crise provocada pela covid-19.

“Durante o mandato do Governo anterior, através do Ministério da Saúde, foram recrutados mais de dois mil profissionais de saúde, porque era necessário reforçar os serviços médicos por causa da pandemia. Contudo, ao invés de renovar os referidos contratos, o atual Governo optou por abrir novos procedimentos concursais”, disse o Diretor-Geral dos Serviços Corporativos do Ministério da Saúde, Marcelo Amaral, em Caicoli, Díli.

Por sua vez, o Presidente da Comissão Permanente para o Recrutamento de Contratados no Ministério da Saúde, Júlio dos Santos, relembrou que o ministério abriu, em dezembro do ano passado, 229 vagas para profissionais de saúde, tendo registado mais de seis mil candidaturas, e admitido para a fase das entrevistas apenas 1.102 daquelas.

“Até ao dia 14 deste mês está a decorrer a fase das entrevistas. O júri está a esforçar-se para concluir rapidamente o procedimento concursal para que os selecionados assinem contrato ainda em fevereiro”, explicou Júlio dos Santos.

Questionado sobre o reduzido número de vagas, o dirigente adiantou que, de acordo com os planos, o ministério prevê  abrir outros concursos a curto prazo, desta feita para selecionar profissionais de saúde para exercerem funções nos postos médicos comunitários e nos hospitais de referência de Maliana, Maubisse e Baucau.

Jornalista: Domingos Piedade Freitas

Editora: Isaura Lemos de Deus

iklan
iklan

Leave a Reply

iklan
error: Content is protected !!