iklan

POLÍTICA, INTERNACIONAL, DÍLI

Aprovado estatuto de observador da defesa a Timor-Leste pela ASEAN

Aprovado estatuto de observador da defesa a Timor-Leste pela ASEAN

Ministro da Defesa timorense, Donaciano Costa Gomes 'Pedro Klamar Fuik', participa na reunião na qualidade de observador. Foto da Tatoli/Natalino da Costa.

DÍLI, 15 de novembro de 2023 (TATOLI) – Os Ministros da Defesa da Associação das Nações do Sudeste Asiático (ASEAN) aprovaram um estatuto que permite a participação de Timor-Leste na reunião da organização como observador de defesa.

A decisão foi tomada à margem da 17.ª Reunião Ministerial de Defesa da Associação das Nações do Sudeste Asiático (ADMM) e da 10.ª Reunião dos Ministros da Defesa da ASEAN-Plus, que decorreu de 15 a 17 deste mês, em Jacarta, Indonésia.

O Ministro da Defesa da Indonésia, Prabowo Subianto, em nome do seu governo, saudou os seus homólogos da ASEAN, exceto Myanmar, por marcar ausência nesta reunião.  Na primeira sessão da reunião, os Ministros da Defesa da organização debateram e concordaram em aceitar que o Ministro da Defesa timorense, Donaciano Costa Gomes ‘Pedro Klamar Fuik’, participasse na reunião na qualidade de observador.

“Se os países membros não se opuserem à participação de Timor-Leste na reunião da ASEAN, decido aprovar e convocar o ministro da Defesa de Timor-Leste, Donaciano Gomes, para integrar a reunião com o estatuto de observador”, anunciou Prabowo Subianto.

Após ter aprovado o estatuto de observador de Timor-Leste na organização, o Ministro da Defesa indonésio autorizou o seu homólogo timorense a fazer uma intervenção na reunião. Nesta ocasião, os ministros da defesa da ASEAN aprovaram uma agenda importante, conhecida como Reunião de Altos Funcionários, para debater a segurança e a defesa dos países membros a nível regional e multilateral

A Reunião dos Ministros da Defesa da ASEAN (ADMM) é o mais alto mecanismo de consulta e cooperação em matéria de defesa. Este momento de reunião, ao mais alto nível, pretende debater o reforço da cooperação em matéria de defesa na região, a fim de aumentar a transparência, a abertura e a confiança mútua entre os Estados–membros da ASEAN e promover a confiança mútua através de uma maior compreensão dos desafios em matéria de defesa e segurança e de uma maior transparência e abertura.

Além de promover a paz e a estabilidade regionais através do diálogo e da cooperação em matéria de defesa e segurança, a ADMM visa também orientar altos funcionários militares e da defesa, o diálogo e a cooperação em matéria de defesa e segurança no âmbito da ASEAN e entre a ASEAN e os seus parceiros de diálogo e contribuir para a criação da Comunidade de Segurança da ASEAN (CSA, em inglês), tal como previsto na Concordância de Bali II, e promover a aplicação do Programa de Ação de Vienciana (PAV) na CSA.

Desde a sua criação, em 2006, a cooperação prática no setor da defesa da ASEAN tem crescido de forma constante em domínios como a segurança marítima, a luta contra o terrorismo, operações de manutenção da paz, assistência humanitária e ajuda em caso de catástrofe, a medicina militar e a indústria da defesa.

Notícia relevante: ‘Pedro Klamar Fuik’ vai participar na reunião Ministerial de Defesa da ASEAN

Jornalista: Natalino de Jesus/Afonso do Rosário

Editor: Zezito da Silva/ Isaura Lemos de Deus

iklan
iklan

Leave a Reply

iklan
error: Content is protected !!