iklan

EDUCAÇÃO, HEADLINE, NOTÍCIAS DE HOJE

Intercâmbio de bolsas de estudo permite mobilidade de estudantes timorenses e norte-americanos

Intercâmbio de bolsas de estudo permite mobilidade de estudantes timorenses e norte-americanos

Encarregado de Negócio dos EUA, Tom Daley, e o Ministro do Ensino Superior, Longuinhos dos Santos. Fotografia Tatoli/António Daciparu.

DÍLI, 06 de dezembro de 2022 (TATOLI) – A Embaixada dos Estados Unidos da América (EUA) em Timor-Leste e o Ministério do Ensino Superior, Ciência e Cultura (MESCC) reforçaram a cooperação no domínio do ensino superior, através de um acordo assinado hoje, para disponibilizar bolsas de estudo a estudantes timorenses.

O Encarregado de Negócio dos EUA, Tom Daley, informou que o acordo pretende desenvolver a educação do país e proporcionar oportunidades de intercâmbio, com bolsas de estudo, sobretudo a estudantes e académicos timorenses para prosseguirem os seus estudos nos Estados Unidos da América.

“Este acordo faz parte do nosso compromisso de reforçar a nossa parceria e, por isso, estou orgulhoso hoje em anunciar que os Estados Unidos da América vão fornecer nove bolsas de estudo”, informou o diplomata, na Praia dos Coqueiros, em Díli.

Segundo Tom Daley, o acordo inclui também novas bolsas de estudo para universitários timorenses a prosseguir os seus mestrados nos Estados Unidos, através do programa Fulbright.

“Este programa permitirá aos alunos progredir nos seus conhecimentos e competências para desenvolver Timor-Leste. Será também incluído pela primeira vez o programa académico Fulbright, permitindo aos melhores estudantes americanos e timorenses ensinar e conduzir investigação em ambos os países”, acrescentou.

O acordo autoriza ainda a trazer mais americanos para Timor-Leste de modo a ensinar a língua inglesa nas universidades locais.

Tom Daley recordou que mais de 600 timorenses já participaram neste intercâmbio nos últimos 20 anos nos EUA.

Também o Ministro do Ensino Superior, Ciência e Cultura, Longuinhos dos Santos, realçou que o acordo tem como objetivo principal criar oportunidades de cooperação e intercâmbio no domínio do ensino superior, contribuindo para que Timor-Leste possa cumprir o Plano Estratégico de Desenvolvimento (PED), através da formação de recursos humanos qualificados com o apoio dos Estados Unidos da América.

De acordo com o PED e a Política do Ensino Superior, é preciso garantir a qualidade dos recursos humanos como um instrumento fundamental para assegurar a sustentabilidade do país.

“Esta cooperação será realizada através do intercâmbio de informações e de especialistas, pessoal académico, docentes e incidirá sobre políticas e práticas de desenvolvimento no ensino superior, nomeadamente a nível de publicações científicas, seminários e conferências”, frisou.

O programa de formação em língua inglesa pretende que os estudantes timorenses tenham acesso, com aquele idioma, a oportunidades de estudo a nível do ensino superior nos EUA.

Jornalista: Isaura Lemos de Deus

Editora: Maria Auxiliadora

iklan
iklan

Leave a Reply

iklan
error: Content is protected !!