iklan

INTERNACIONAL, ECONOMIA, HEADLINE, NOTÍCIAS DE HOJE

Economia azul é essencial para a sustentabilidade da economia de Timor-Leste

Economia azul é essencial para a sustentabilidade da economia de Timor-Leste

Diretora Regional do PNUD para a Ásia e Pacífico, Kanni Wignaraja. Imagem Tatoli/Francisco Sony.

DÍLI, 18 de outubro de 2022 (TATOLI) – A Diretora Regional do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) para Ásia e Pacífico, Kanni Wignaraja, e o líder da organização intergovernamental g7+, Xanana Gusmão, discutiram a importância da proteção dos recursos costeiros para o desenvolvimento sustentável de Timor-Leste.

Na reunião, os dois líderes concordaram que para proteger, preservar e utilizar a riqueza da costa, é fundamental facultar formação aos jovens sobre a proteção da biodiversidade.

“Temos de mudar a mentalidade dos jovens. Eles têm de compreender o valor das riquezas deste país, e só assim o futuro de Timor-Leste será próspero”, afirmou Kanni Wignaraja, na sede da organização, no Palácio do Governo, em Díli.

Questionada sobre os benefícios da economia azul para a Timor-Leste, a responsável disse que os esforços e investimentos do PNUD são importantes para que o país possa utilizar os seus próprios recursos, bem como proteger os recifes de corais e os ecossistemas costeiros.

Já a representante do PNUD em Timor-Leste, Munkhtuya Altangerel, informou que a agência privilegia três áreas prioritárias para apoiar o desenvolvimento da economia azul do país.

“Estamos a apoiar um grupo de produtores de algas marinhas em Ataúro, trabalhamos com mergulhadores timorenses para proteger as zonas costeiras, apoiamos a elaboração da Lei das Energias Renováveis e estamos à espera que o Governo a aprove”, informou.

Notícia relevante: Xanana Gusmão: “Timor-Leste empenhado no ODS 14 para proteção do Oceano”

Jornalista: Afonso do Rosário

Editora: Maria Auxiliadora

iklan
iklan

Leave a Reply

iklan
error: Content is protected !!