iklan

INTERNACIONAL, EDUCAÇÃO, HEADLINE, NOTÍCIAS DE HOJE

Simplício de Deus coloca Timor-Leste em quarto lugar mundial em cálculo mental

Simplício de Deus coloca Timor-Leste em quarto lugar mundial em cálculo mental

Simplício de Deus, aluno do 7.º ano da Escola Portuguesa Ruy Cinatti. Imagem/Felicidade Ximenes.

DÍLI, 08 de junho de 2022 (TATOLI) – Simplício de Deus, de 13 anos, é um aluno do 7.º ano da Escola Portuguesa Ruy Cinatti (EPD) e colocou Timor-Leste em quarto lugar numa competição matemática internacional com 52.300 participantes.

“Na passada sexta-feira, ouvi a notícia que estava em terceiro lugar, a nível mundial. Sinto-me muito feliz, porque posso levar o nome do meu país para o mundo, pus Timor em quarto lugar mundial em Cálculo Mental no SuperTmatik”, disse Simplício de Deus, em Balide, Díli.

O estudante referiu que a competição é feita em três línguas – português, espanhol e inglês – e confidenciou que a velocidade da internet em Timor-Leste o prejudicou.

“Assim que terminava as contas, clicava para enviar as respostas, mas como a ligação estava lenta, o tempo continuava a contar”, contou.

A Responsável do Cálculo Mental do SuperTmatik da EPD, Rita Magriço, referiu que o concurso já existe há vários anos.

“Assumo estas funções desde 2020 e, este ano, resolvi criar o club SuperTmatik que visa desenvolver o cálculo mental e outras aptidões. Há várias vertentes, mas só concorremos a cálculo mental”, frisou.

“Simplício de Deus é muito bom aluno a várias disciplinas, esforça-se imenso e trabalha todos os dias. Quando se pede para participar, está sempre disponível. Este ano conseguimos. Isto é muito bom para Timor-Leste e para a Escola Portuguesa”, disse a professora.

Já o Diretor da EPD, Acácio de Brito, parabenizou os esforços dos alunos e dos professores.

“A Escola Portuguesa coloca, de facto, Timor-Leste no mapa mundial do cálculo matemático, damos os parabéns aos alunos e professores. Lamentavelmente, podemos dizer que não ganhamos o primeiro lugar, por causa da ligação da internet, pois não funcionou adequadamente”, afirmou.

Acácio de Brito destacou a necessidade dos alunos dominarem várias línguas para que possam participar na competição.

“A Escola Portuguesa de Díli desenvolve um pensamento estratégico no sentido de procurar identificar as dificuldades e tentar ultrapassá-las com trabalho, dedicação e grande esforço”, sublinhou.

O Diretor recordou que a competição decorre durante o ano e as provas realizam-se no final, acrescentando que a EPD já participou três anos consecutivos.

Segundo o responsável, Timor-Leste ficou à frente de países como a França, Alemanha, Nova Zelândia, Austrália, China, Canadá, Coreia do Sul e Reino Unido.

Jornalista: Isaura Lemos de Deus

Editora: Maria Auxiliadora

iklan
iklan

One Comment

  1. Com um nome como Simplicio de Deus, em precaridade em Timor Leste, contra um mundo com velocidade de internet 20 vezes melhor, e caso para se dizer: “Milagre”.
    Parabens caro Simplicio, well done, keep up the good work, God will look after all the rest!

Leave a Reply

iklan
error: Content is protected !!