iklan

POLÍTICA, HEADLINE, NOTÍCIAS DE HOJE

Lei das Grandes Opções coloca pessoas como centro da ação governativa

Lei das Grandes Opções coloca pessoas como centro da ação governativa

Chefe do Governo, Taur Matan Ruak, participa no debate no Parlamento Nacional. Imagem TATOLI/Egas Cristóvão.

DÍLI, 02 de junho de 2022 (TATOLI) – O Primeiro-Ministro, Taur Matan Ruak, disse hoje que a proposta de Lei das Grandes Opções do Plano coloca o bem-estar das pessoas no centro da ação governativa, através de três objetivos – a vida saudável da população, o acesso a conhecimentos científicos e tecnológicos e a melhoria do padrão de vida.

“A prioridade do Governo é ter uma população saudável, com mais oportunidades para prolongar a sua vida em harmonia e segurança”, disse o Chefe do Governo, no âmbito da apresentação da Proposta de Lei em causa, no Parlamento Nacional.

O Governo vai investir na saúde e segurança alimentar, bem como no combate à fome e à subnutrição. Prevê de igual modo a criação de condições necessárias para um meio ambiente mais saudável e a redução das taxas de mortalidade, em especial dos grupos mais vulneráveis – as mulheres, as grávidas, as mães, as crianças e os recém-nascidos.

“O segundo foco é termos cidadãos com mais acesso a conhecimentos científicos e tecnológicos, habilitados para aproveitar as oportunidades de desenvolvimento com mais criatividade, inovação, empreendedorismo e capacidade para reverter o ciclo da pobreza endémica”, explicou.

Segundo o Chefe do Governo, o Executivo pretende investir na área de educação e na formação contínua e melhorar o acesso qualitativo e sustentado ao emprego e ao empreendedorismo, dos estudantes e graduados.

“O último objetivo é proporcionar melhores padrões de vida e facilitar o acesso a recursos suficientes para garantir a dignidade das pessoas”, adiantou.

Ramos Horta refere que é necessário continuar a investir na criação de oportunidades de emprego para os jovens e adultos e proporcionar o acesso a fontes de rendimento permanentes para as famílias, em especial as mais carenciadas, vulneráveis e desfavorecidas.

O Chefe do Governo revelou ainda que o Governo, no próximo ano, vai dar especial importância à produção nacional, através de cadeias de valor com fileiras produtivas bem definidas, capazes de melhor equilibrar a oferta e a procura de bens essenciais.

“Tendo esses três objetivos e metas estratégicos em mente, as Grandes Opções do Plano, que hoje apresentamos, identificam os 28 resultados nacionais que o Governo pretende alcançar a médio e longo prazo, através de 263 iniciativas agrupadas em 16 áreas estratégicas”, apresentou.

Notícia relevante: Governo apresenta Lei das Grandes Opções do Plano de 2023 ao Parlamento Nacional

Jornalista: Domingos Piedade Freitas

Editora: Maria Auxiliadora

iklan
iklan

Leave a Reply

iklan
error: Content is protected !!