iklan

INTERNACIONAL, ECONOMIA, HEADLINE, NOTÍCIAS DE HOJE

SEA vai apresentar nova proposta para aceder a três milhões de dólares do FVC

SEA vai apresentar nova proposta para aceder a três milhões de dólares do FVC

DÍLI, 01 de março de 2022 (TATOLI) – A Autoridade Nacional Designada (AND) da Secretaria de Estado do Ambiente (SEA) apresenta, este ano, uma nova proposta para aceder a três milhões de dólares americanos do Fundo Verde para o Clima (FVC) e executar o Plano Nacional da Adaptação (PNA) de Timor-Leste.

“Apresentaremos uma proposta para acesso ao fundo de três milhões de dólares americanos de modo a reforçar atividades ligadas ao clima”, afirmou o Secretário-Executivo Interino da AND, Pedro Marçal da Costa, à Tatoli, em Bebora, Díli.

O responsável explicou ainda que o pedido é apresentado a cada cinco anos para poder obter o fundo com base nas necessidades do Governo.

Pedro Marçal da Costa disse que as verbas se destinam a promover a redução das alterações climáticas no país. Essa mitigação passará por atividades de prevenção da degradação florestal, emissão da energia e gases, entre outros.

Explicou também que a adaptação às mudanças climáticas prevê o desenvolvimento agrícola, turismo, infraestruturas, preservação dos ecossistemas, entre outros.

O Fundo Verde para o Clima foi criado em 2010 por 194 países que fazem parte da Convenção-Quadro das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas.

Recorde-se que Timor-Leste  acedeu ao FVC em 2019 e 2021, recebendo no total de 55 milhões de dólares americanos.

Segundo Pedro Marçal, o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) já executou mais de cinco milhões de dólares americanos do FVC, dos quais 2,35 milhões em 2020 e 2,9 milhões em 2021. As verbas destinaram-se à proteção da comunidade rural afetada pelos desastres naturais nos municípios de Aileu, Baucau, Ermera, Liquiçá, Lautém e Viqueque.

“O PNUD executa entre 2020 e 2026 o fundo para o Programa de Infraestruturas e Resiliência Climática, com o objetivo de construir  38 sistemas de canalização de água, 25 infraestruturas de irrigação, 20 de proteção das inundações e 46 estradas nas áreas rurais”, avançou.

O responsável recordou ainda que o PNUD entrou no terceiro ano da execução do FVC. Foram alocados 4 milhões de dólares americanos para a prevenção de desastres naturais nas áreas de maior risco.

Notícia relevante: Governo timorense recebe 21 milhões de dólares de Fundo Verde para o Clima

Jornalista: Jesuína Xavier

Editora: Maria Auxiliadora

iklan
iklan

Leave a Reply

iklan
error: Content is protected !!