iklan

EDUCAÇÃO, HEADLINE, NOTÍCIAS DE HOJE

MEJD e ministérios relevantes discutem erradicação de analfabetismo no país

MEJD e ministérios relevantes discutem erradicação de analfabetismo no país

MEJD e ministérios relevantes discutem erradicação de analfabetismo no país. Imagem Tatoli/Egas Cristovão.

DÍLI, 06 de dezembro de 2021 (TATOLI) – O Ministro da Educação, Juventude e Desporto (MEJD), Armando Maia, reuniu-se com os ministérios relevantes para discutirem o alargamento da formação “Steering Committee”, que pretende erradicar o analfabetismo no país ou atingir o Consenso Nacional Zero Analfabetização em Timor-Leste (CONZANTIL).

“Convidámos hoje o Ministro da Administração Estatal, os representantes das linhas ministeriais, das agências nacionais e internacionais para o alargamento do ‘Steering Committee’ de modo a erradicar o analfabetismo no país, pois continua a ser um grande problema”, afirmou Armindo Maia à margem da reunião com os representantes das linhas ministeriais, em Vila Verde, Díli.

De acordo com a pesquisa da Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura (UNESCO) de 2018, 31,93% dos jovens adultos não sabem escrever e ler, o equivalente a 404.872 do total de 1,2 milhões de pessoas no país.

“Precisamos de trabalhar em parceria com todas as entidades, como as agências nacionais e internacionais, para nos apoiarem no combate anual ao analfabetismo e acabarmos com 0% em 2030”, frisou.

O Ministro da Administração Estatal, Miguel de Carvalho, afirmou, por sua vez, que é preciso coordenar-se com todas as entidades relevantes, sobretudo as autoridades municipais para garantir a realização do programa de formação para analfabetos nos municípios com base no decreto-lei n.º 03/2017.

O governante lembrou também que o MEJD se tem concentrado, nos últimos quatro anos, na erradicação do analfabetismo no país.

“O Ministério da Adminstração Estatal prevê alocar um orçamento anual para o programa da erradicação do analfabetismo na nossa nação. Por isso, para 2022, estão previstos cerca de 300 mil dólares americanos no Orçamento Geral do Estado para os 12 municípios a fim de contratar formadores a nível de postos administrativos e sucos de modo a realizar este programa”, concluiu.

Jornalista: Isaura Lemos de Deus

Editora: Maria Auxiliadora

iklan
iklan

Leave a Reply

iklan
error: Content is protected !!