iklan

HEADLINE, NOTÍCIAS DE HOJE

Docente de língua portuguesa da UNTL: Glossário multilingue é ferramenta no processo de aprendizagem de língua não materna

Docente de língua portuguesa da UNTL: Glossário multilingue é ferramenta no processo de aprendizagem de língua não materna

A sexta edição das jornadas pedagógicas no Museu da Resistência, em Díli. Imagem/Afonso do Rosário.

DÍLI, 14 de outubro de 2021 (TATOLI) –  A professora de língua portuguesa da Faculdade de Direito da Universidade Nacional Timor Lorosa’e (UNTL), Sofia Santos, realçou que o glossário multilingue é uma ferramenta fundamental no processo de aprendizagem de uma língua não materna, principalmente no contexto multilingue de Timor-Leste, onde existem diferentes línguas oficiais e de trabalho.

Sofia Santos falava esta quinta-feira, após a sua apresentação sobre “O glossário multilingue como ferramenta para o processo de ensino-aprendizagem de português em Timor-Leste” à margem da 6.a edição das jornadas pedagógicas no Museu da Resistência, em Díli.

“Em todos os processos de aprendizagem de uma língua não materna, os glossários, os dicionários e as gramáticas são ferramentas fundamentais. É muito difícil para um aluno aprender uma língua não materna com sucesso sem estas ferramentas”, informou Sofia Santos à Tatoli.

A docente lembrou ainda que é difícil para um estudante de uma área especializada não conhecer o vocabulário técnico que precisa de utilizar.

“O glossário multilingue que eu produzi não é um dicionário universal, mas especializado em português para fins específicos. É, portanto, um glossário dedicado à área jurídica e tem uma importância fundamental para os alunos, neste caso, para os da Faculdade de Direito da UNTL, a fim de desenvolverem as suas competências, não só na língua portuguesa, mas também nas áreas especializadas que estão a estudar”, afirmou.

Recorde-se que a 6.a edição das jornadas pedagógicas sob o tema “Desafios do ensino e investigação da língua portuguesa na Ásia”, organizada pelo Centro de Língua Portuguesa (CLP) da UNTL, em parceria com a Embaixada de Portugal em Díli, realiza-se de 13 a 15 de outubro.

Esta edição pretende ainda abordar várias áreas temáticas, como métodos alternativos de ensino em tempos de pandemia, cursos de formação de língua portuguesa nas áreas de ensino, supervisão das finanças públicas, defesa e jornalismo, produção de materiais didáticos e projetos de cooperação portuguesa em Timor-Leste.

As comunicações de hoje abordaram vários tópicos, entre eles, a apresentação de um estudo de caso sobre a competência intercultural no ensino de itens lexicais do português e da situação atual da área de pesquisa no Brasil sobre ensino e formação de professores em contexto de políticas linguísticas de PLNM.

Notícia relevante: UNTL e Embaixada de Portugal realizam 6.ª edição de jornadas pedagógicas sobre pesquisa e investigação científica

Jornalista: Afonso do Rosário

Editora: Maria Auxiliadora

iklan
iklan

Leave a Reply

iklan
error: Content is protected !!