iklan

INTERNACIONAL, HEADLINE, NOTÍCIAS DE HOJE

Maria Ângela Carrascalão: “Prémio Mérito Lusófono é para todos os timorenses”

Maria Ângela Carrascalão: “Prémio Mérito Lusófono é para todos os timorenses”

DÍLI, 13 de outubro de 2021 (TATOLI) – Maria Ângela Guterres Viegas Carrascalão é a vencedora do Prémio Mérito Lusófono 2021. A premiada defendeu que é um prestígio, não só para si mesma, mas para todos os timorenses, particularmente para os estudantes da Faculdade de Direito da Universidade Nacional Timor Lorosa’e (UNTL).

“O prémio não visa distinguir apenas o meu papel no desenvolvimento da língua portuguesa, especialmente na área do ensino superior, mas abrange também o Estado timorense, pois consagrou-a como língua oficial, a par do Tétum, a UNTL, pelo seu esforço em desenvolvê-la, a Faculdade de Direito, por ter sempre ensinado em português, e os meus alunos, pela sua coragem e determinação em aprenderem Direito em português”, informa Maria Ângela Guterres Viegas Carrascalão, à Tatoli, via WhatsApp.

A jurista timorense defendeu ainda a importância da língua portuguesa em Timor-Leste, como “marca fundamental da nossa identidade cultural e histórica, que nos distingue na área geográfica em que estamos inseridos”.

A ex-Ministra da Justiça de Timor-Leste revelou também que “a minha obrigação, no que souber e puder, é contribuir para o sucesso e a consolidação do país a que pertenço, com a convicção de que também estou a ajudar na edificação do Estado de Timor-Leste para se afirmar como Estado e Nação. Para ser diferente do contexto geográfico em que se situa, o país precisa de marcar a sua posição como Estado soberano no mundo globalizado, o que passou pela adoção da língua portuguesa como língua oficial e também pela sua inclusão na CPLP, que conta com estados-membros espalhados pelos quatro cantos do mundo”.

A quinta edição da Gala dos Prémios da Lusofonia realizar-se-á no próximo dia 23 de outubro de 2021 em Lisboa, Portugal.

Maria Ângela Guterres Viegas Carrascalão é natural de Liquiçá, Timor-Leste. Tem nacionalidade timorense e portuguesa. É Mestre em Direito pela Faculdade de Direito de Timor-Leste e, atualmente, Doutorada em Ciências Jurídico-Políticas na Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa.

Jurista, com uma vasta experiência de ensino, ministrou Direito Internacional Público bem como Propedêutica do Direito, tendo sido, ainda, Docente Convidada do Instituto Diplomático. Todas estas funções estão vinculadas à Universidade de Timor-Leste.

Escreveu o livro “Timor, os Anos da Resistência” (Factos e documentos sobre a luta da Resistência Timorense pela Independência), publicado em 2002; já em 2012, editou a obra “Taur Matan Ruak, a Vida pela Independência”, uma obra biográfica.

Como atividade profissional, para além da docência exercida na Faculdade de Direito da UNTL, foi consultora jurídica e administradora da firma de advogados Vasco Vieira de Almeida & Associados (em Lisboa), tal como tradutora de tétum para português. Exerceu funções em Melbourne, Austrália, como correspondente da Rádio SBS (num programa falado em língua portuguesa). Foi editora e redatora do jornal Lia Foun (bilingue, em português e tétum) e na Timor Telecom ministrou formação em língua portuguesa. Foi também editora e documentalista em alguns dos principais jornais da imprensa portuguesa.

Ao nível do desempenho de cargos públicos, sublinhamos o facto de ter assumido, em 2017, após nomeação pelo Presidente da República, as funções de Vice-Presidente do Conselho Superior da Magistratura Judicial. Nesse mesmo ano, tornou-se Ministra da Justiça do VII Governo Constitucional do seu país.

Jornalista: Afonso do Rosário

Editora: Maria Auxiliadora

iklan
iklan

Leave a Reply

iklan
error: Content is protected !!