iklan

INTERNACIONAL, DÍLI, HEADLINE, NOTÍCIAS DE HOJE

UE e UNCDF lançam projeto para plataforma digital de concessão de créditos a sindicatos de Timor-Leste

UE e UNCDF lançam projeto para plataforma digital de concessão de créditos a sindicatos de Timor-Leste

Imagem da Tatoli/Francisco Sony

DÍLI, 26 de agosto de 2021 (TATOLI) – A União Europeia (UE) e o Fundo das Nações Unidas para o Desenvolvimento de Capital (UNCDF, em inglês) lançaram um novo projeto que permite o pagamento digital de créditos aos sindicatos do país e a consolidação do sistema financeiro digital em Timor-Leste.

O projeto visa conceder créditos aos sindicatos através de uma plataforma de pagamento digital, onde também é possível o investimento de poupanças de forma segura e conveniente para os seus membros.

De acordo com o comunicado a que a Tatoli teve hoje acesso, a UE e o UNCDF darão igualmente apoio à Secretaria de Estado de Cooperativas (Secoop) na supervisão e regularização das cooperativas em Timor-Leste.

A nota revela que a Secoop contratou a empresa Telemor como maior fornecedora de rede móvel em Timor-Leste para desenvolver uma plataforma adaptada ao telemóvel para os seus membros usufruírem dos serviços financeiros de forma eficiente.

“Esta iniciativa permitirá aos membros dos sindicatos o acesso a serviços digitais, como o, carregamento de telemóveis, promovendo igualmente a cultura digital, a literacia financeira e melhorando o acesso à informação no país”, afirma o comunicado.

“Estou orgulhoso por poder lançar esta nova iniciativa em Timor-Leste. O Governo e o setor privado podem trabalhar em conjunto para reduzirem o risco da propagação da covid-19. Membros das cooperativas podem começar o trabalho a partir de casa, com o telemóvel, por isso, não precisam de sair para depositar ou levantar [dinheiro]”, disse o gestor do programa do UNCDF, Bram Peters.

O comunicado refere ainda que o programa visa desenvolver um sistema digital inovador para um acesso mais fácil a serviços financeiros por parte da população timorense mais vulnerável e com baixo rendimento.

O Embaixador da UE em Timor-Leste, Andrew Jacobs, disse que a digitalização é prioridade da UE, constituindo um elemento estratégico do programa anual e multianual em Timor-Leste entre os anos de 2021 e 2027.

“A digitalização é crucial para o desenvolvimento do setor privado e da formação dos jovens. Será um instrumento fundamental para a gestão de recursos, finanças públicas e serviços sociais”, concluiu.

Jornalista: Jesuína Xavier

Editor Zezito Silva

iklan
iklan

Leave a Reply

iklan
error: Content is protected !!