iklan

POLÍTICA, HEADLINE, NOTÍCIAS DE HOJE

Executivo pede a Presidente da República extensão do estado de emergência

Executivo pede a Presidente da República extensão do estado de emergência

Conselho de Ministros. Imagem Tatoli/Egas Cristovão.

DÍLI, 18 de agosto de 2021 (TATOLI) – O Governo decidiu hoje pedir ao Presidente da República, Francisco Guterres Lú Olo, a extensão do estado de emergência.

O Executivo tomou a decisão após a análise do ponto de situação epidemiológica em Timor-Leste feita pelos coordenadores da Sala de Situação do Centro Integrado de Gestão de Crise (CIGC).

“O Conselho de Ministros deliberou propor ao Presidente da República, Francisco Guterres Lú Olo, a renovação do estado de emergência por mais trinta dias”, disse o Ministro da Presidência do Conselho de Ministros, Fidélis Magalhães, à margem da reunião do Conselho de Ministros, no Palácio do Governo, em Díli.

O governante referiu ainda a importância de manter a declaração do estado de emergência para evitar e neutralizar os riscos de propagação de novas estirpes do SARS-CoV-2, protegendo, assim, a saúde pública e garantindo a capacidade de resposta do Sistema Nacional de Saúde.

“O Governo propõe ao Chefe de Estado que, com a renovação do estado de emergência, se permita a suspensão ou a restrição de alguns direitos e garantias fundamentais”, afirmou o governante.

Recorde-se que o Presidente da República decretou, a 29 de julho, o 16.º estado de emergência, tendo início às 00h00 do dia 01 de agosto e fim às 23h59 do dia 30 de agosto de 2021.

“A variante contagiosa da Delta está a chegar à nação vizinha da República da Indonésia, que tem fronteira terrestre com Timor-Leste. A Indonésia tem registado diariamente um grande número de novos casos, à semelhança da Índia. Segundo a previsão, há possibilidade de a covid-19 contagiar mais de 200 mil pessoas por dia”, diz, em comunicado, o Presidente da República.

Na mesma nota, o Chefe de Estado recorda que Timor-Leste precisa de prestar atenção ao país.

“A adoção de medidas é essencial para a prevenção e controlo da importação da nova variante do SARS-CoV-2 para evitar o contágio entre a população. Essas medidas incluem o fecho das fronteiras – os cidadãos estrangeiros entrarão no território apenas com autorização do Centro Integrado de Gestão de Crise (CIGC) -, o estabelecimento das regras de distanciamento social, a imposição do teste para detetar a infeção, o isolamento dos doentes e suspeitos da infeção, o confinamento domiciliário e a determinação de cercas sanitárias”, afirma.

O país tem atualmente 2.349 infeções ativas do novo coronavírus, num total de 12.929 casos, desde o início da pandemia. Há a registar 10.545 recuperações e 38 óbitos.

Notícia relevante: Presidente da República timorense decreta 16.º estado de emergência

Jornalista: Domingos Piedade Freitas

Editora: Maria Auxiliadora  

iklan
iklan

Leave a Reply

iklan
error: Content is protected !!