iklan

ECONOMIA, NOTÍCIAS DE ÚLTIMA HORA, NOTÍCIAS DE HOJE

MOP identifica 28 infraestruturas danificadas pelas cheias

MOP identifica 28 infraestruturas danificadas pelas cheias

Ministro das Obras Públicas (MOP), Salvador Pires.

DÍLI, 25 de maio de 2020- O Ministro das Obras Públicas (MOP), Salvador Pires, revelou que o seu ministério identificou provisoriamente 28 infraestruturas danificadas pelas cheias na sequência das fortes chuvas que ocorreram nos dias 21 e 22 deste mês na costa sul do país.

Salvador Pires referiu ainda que deu instruções à Direção-Geral das Obras Públicas (DGOP) e à Unidade de Gestão de Projeto (UGP) para que fosse garantida a normalização da circulação rodoviária.

“Identificámos já vários estragos, nomeadamente em pontes, estradas, redes de água e de saneamento bem como na rede de distribuição de eletricidade, num total de 28 infraestruturas. A equipa [do MOP] continua ainda no terreno para recolher todos os dados referentes aos danos ocorridos na parte leste e costa sul do país”, disse o ministro, esta segunda-feira (25/05), aos jornalistas, à margem do seu encontro com o Primeiro-Ministro, Taur Matan Ruak, no Palácio do Governo.

O governante adiantou ainda que o MOP continua a efetuar uma estimativa dos custos relativos aos estragos provocados pelas cheias.

“Tudo depende dos custos [de cada infraestrutura]. Se forem financiados até um máximo de 5 milhões de dólares, a decisão caberá ao Conselho de Administração do Fundo de Infraestruturas (CAFI). A parte jurídica considerou que alguns projetos necessitam do fundo de emergência e, ao abrigo do regime jurídico de aprovisionamento, devemos garantir a recuperação das infraestruturas danificadas antes de assegurar a normalização”, frisou o ministro.

Segundo o ministro, as infraestruturas mais afetadas são a ponte de Verucotxo, no Município de Lautém, e a estrada que liga Manatuto a Natarbora.

“O PM deu-nos instruções para que mobilizássemos todos os recursos, em especial os equipamentos pesados do Instituto de Gestão de Equipamentos (IGE), para repor a normalidade na região leste”, afirmou.

Salvador Pires acrescentou que a DGOP e a UGP continuam a efetuar o levantamento dos dados relativos aos estragos provocados pelas cheias para garantir o mais breve possível a recuperação de todas as infraestruturas danificadas.

Jornalista : Florêncio Miranda Ximenes

Editora   : Júlia Chatarina  

iklan
iklan

Leave a Reply

iklan
error: Content is protected !!