iklan

ÚLTIMAS NOTÍCIAS, DÍLI, NACIONAL, NOTÍCIAS DE ÚLTIMA HORA, NOTÍCIAS DE HOJE

Governo disponibiliza material de construção a famílias afetadas por desastres naturais

Governo disponibiliza material de construção a famílias afetadas por desastres naturais

DÍLI, 21 de maio de 2020 (TATOLI) – A Secretaria de Estado da Proteção Civil (SEPC) disponibilizou, esta quinta-feira (21/05), materiais de construção a 1.316 agregados familiares que viram as suas habitações serem danificadas na sequência de desastres naturais ocorridos em todo o território nacional entre 2019 e 2020.

Do material entregue constam, entre outros, zincos, cimento e pregos.

A entrega oficial do material de construção esteve a cargo do Secretário de Estado da SEPC, Alexandrino Araújo Xavier, do Diretor Nacional de Gestão de Riscos de Desastres Naturais (DNRDN), Agostinho Cosme Belo, e parceiros de desenvolvimento.

As famílias abrangidas por esta iniciativa são provenientes dos postos administrativos de Dom Aleixo, Nain Feto, Vera Cruz e Cristo Rei, em Díli.

A iniciativa levada a cabo pelo Governo tem como objetivo reconstruir todas as habitações que sofreram danos significativos na sequência de desastres naturais ocorridos entre 2019 e 2020.

“Efetuamos, hoje, a distribuição de material de construção às famílias que residem em Díli. De acordo com o calendário, o processo de distribuição terá igualmente lugar nos restantes municípios, com exceção de Oé-Cusse”, disse o Secretário de Estado da SEPC, Alexandrino Xavier.

O governante aproveitou a ocasião para fazer um pedido de desculpas devido ao atraso da entrega do material de construção, sublinhando que a demora se deveu ao facto de o país viver em regime de duodécimos.

De acordo com os dados da SEPC, registou-se um total de 1.316 habitações com estragos entre 2019 e 2020. Da lista fazem parte 332 beneficiários de Bobonaro, 200 de Díli, 156 de Baucau, 153 de Lautém, 89 de Liquiçá, 86 de Ermera, 76 de Manatuto, 68 de Manufahi, 55 de Viqueque, 43 de Ainaro, 38 de Covalima e 20 do Município de Aileu.

Após ter sido efetuado um levantamento exaustivo dos estragos em habitações provocadas por desastres naturais, uma equipa da SEPC identificou 423 casas que foram totalmente destruídas, 211 parcialmente destruídas e ainda 682 com danos ligeiros.

Com base na avaliação feita no terreno, cada família receberá um conjunto de material de construção, nomeadamente 25 sacos de cimento, 50 folhas de zinco, diversos tipos de pregos, um rolo de arame, entre outros. A SEPC disponibilizará ainda verbas aos beneficiários, sendo que 360 dólares se destinam às famílias cujas habitações sofreram danos significativos e 150 dólares atribuídas às casas que foram ligeiramente danificadas.

Jornalista: Nelson de Sousa

Editor : Zezito Silva

iklan
iklan

Leave a Reply

iklan
error: Content is protected !!